NOTÍCIAS

Facebook partilhou dados com Samsung e Apple

Facebook teria compartilhado dados com várias empresas

Facebook teria compartilhado dados com outras empresas!

Parece que o Facebook não se safa de polémica se hoje foi divulgada mais uma, pelo New York Times, que divulga que o FAcebook tem acordos com mais de 60 fabricantes de smartphones para a partilha de dados dos utilizadores.

Não há grandes dúvidas que os dados pessoais são uma informação muito importante para as empresas, principalmente para o Facebook, Google e outras empresas que lucram através de publicidade direcionada. Mas se os dados partilhados com a Cambridge Analytica já tinham dado problemas ao Facebook, esta nova revelação não lhes vai dar descanso.

New York Times revela que o Facebook tem um acordo com mais de 60 fabricantes, entre elas estão a Apple, Samsung, Microsoft, BlackBerry, Amazon, entre muitas outras. Segundo o jornal, o Facebook terá estabelecido esse acordo com as empresas para que tivessem acesso, sem o consentimento explícito dos utilizadores, a todos os seus dados, como a religião, tendências políticas, amigos, estados civil, entre outros dados pessoais.

O jornal contactou a rede social e confirmou que os acordos com os fabricantes existem, no entanto nega que tenham sido partilhadas informações pessoais dos utilizadores com essas empresas.

O acordo terá iniciado há 10 anos, quando ainda nem existia a aplicação da rede social, no entanto o objetivo era expandir a influencia da rede social no mercado, permitindo que os fossem oferecidos funcionalidades da rede social em outras plataformas.

Um dos responsáveis do Facebook pela privacidade, Sandy Parakilas, afirmou ao NYT que há seis anos atrás essa situação foi sinalizada como um problema de privacidade e é surpreendente que esta prática ainda possa continuar. No entanto, desde abril que alguns destes acordos estão a ser terminados.

Em resposta ao NYT, Ime Archibong, vice-presidente do Facebook afirma que as informações de amigos, como fotografias, só ficavam acessíveis quando os utilizadores partilhavam as informações, não havendo qualquer conhecimento de abuso por parte das fabricantes.

Mas na reportagem do New York Times, um dos jornalistas entrou no Facebook utilizando a aplicação Hub e foi capaz de ver informações sobre 556 dos seus amigos, bem vários dados pessoas como eventos futuros, religião e estado civil.

Parece que o Facebook volta a estar no centro das polêmicas.

 

Ajuda/help  Desativar AdBlock | Pedidos | Trabalhe Conosco | Relatar Problemas | Termos de uso

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close